3 provas de que os pecuaristas roubam o seu dinheiro para torturar animais

julho 19, 2018

3 provas de que os pecuaristas roubam o seu dinheiro para torturar animais:
A farra dos pecuaristas com os cofres públicos:

O Holocausto Animal

A farra dos pecuaristas com os cofres públicos.

Ver o post original 337 mais palavras

Anúncios

O eclipse da ética na atualidade

julho 18, 2018

Compartilhando um artigo para a reflexão de tod@s: “O eclipse da ética na atualidade” – Leonardo Boff

Leonardo Boff

          Entre os dias10-13 de julho de 2018 realizou-se em Belo Horizonte um congresso internacional organizado pela Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (SOTER) em torno dos temas: Religião, Ética e Política. As exposições foram de grande atualidade e de qualidade superior. Refiro-me apenas à discussão acerca do Eclipse da Ética que me coube introduzir.

A meu ver dois fatores atingiram o coração da ética: o processo de globalização e a mercantilização da sociedade.

A globalização mostrou os vários tipos de ética, consoante as diferenças culturais. Relativizou-se a ética ocidental, uma entre tantas. As grandes culturas do Oriente e as dos povos originários revelaram que podemos ser éticos de forma muito diferente.

Por exemplo, a cultura maia coloca tudo centrado no coração, ja que todas as coisas nasceram do amor de dois grandes corações, do Céu e da Terra. O ideal ético é criar em todas as…

Ver o post original 890 mais palavras

“I am in favor of animal rights as well as human rights…

julho 16, 2018

“I am in favor of animal rights as well as human rights. That is the way of a whole human being.” – Abraham Lincoln, former American President.

DIA MUNDIAL DO ROCK: Homenagem ao Rock Brasileiro

julho 14, 2018

No dia Mundial do Rock, uma breve homenagem a alguns dos nomes que deram vida ao gênero no cenário brasileiro, com destaques para as músicas de resistência das décadas de 1970 à 1990, do psicodelismo ao grunge.

Sustentabilidade e Democracia

Rock Nacional

No dia Mundial do Rock, uma breve homenagem a alguns dos nomes que deram vida ao gênero no cenário brasileiro, com destaques para as músicas de resistência das décadas de 1970 à 1990, do psicodelismo ao grunge.

  1. Casa das Máquinas – “Casa de Roque”

2. Plebe Rude – “Até Quando Esperar”

3. Ira – “Núcleo Base”

4. Pitty – “Me Adora”

5. Garotas da Rua – “To de Saco Cheio”

É Claro, temos Titãs, Legião Urbana, Para-lamas do Sucesso, Rita Lee, Mutantes, Raul Seixas, dentre outros e outras tantas que já foram postados várias vezes no Blog.

Ver o post original

Conheça a Feira da Parangaba, onde animais do tráfico são vendidos à luz do dia

julho 14, 2018

DENUNCIEM E AJUDEM A COBRAR DAS AUTORIDADES A PRISÃO DESTES MONSTROS COVARDES, EXPLORADORES E ABUSADORES DE ANIMAIS INOCENTES!!!!

Em 2010, 19 pássaros foram apreendidos na Feira da Parangaba pela Polícia Militar. Segundo informações do “Diário do Nordeste“, os autores do crime fugiram e ninguém foi preso. Os animais estavam sedentos e famintos e um sabiá quase morto por conta dos maus-tratos.

Na ocasião, a reportagem do “Diário do Nordeste” flagrou galinhas e patos sendo abatidos a céu aberto. A responsável pela matança disse que tinha que “sobreviver”. Cada animal abatido custava R$1,50.

Ministério Público

Já em 2009 o Ministério Público do Estado do Ceará havia constatado diversas irregularidades na Feira da Parangaba, incluindo a venda de pássaros exóticos e em processo de extinção. Uma visita realizada à época pelo Conselho Comunitário de Parangaba presenciou pássaros silvestres apreendidos soltos indevidamente pela Polícia Civil, na beira da lagoa.

O MP alega que a venda ilegal de animais selvagens é acompanhada pelas “péssimas condições sanitárias do local”. Há também transtornos no trânsito de veículos, uma vez que não há estacionamento, gerando engarrafamento.

“Quando há fiscalização, o problema deixa de existir. Considerada como ponto de venda ilegal de armas, expostas e vendidas, a quem se interessar, a Feira da Parangaba é caracterizada pela falta de segurança, tráfico e venda de animais silvestres”, afirma o MP.

O Holocausto Animal

Ver o post original 440 mais palavras

Luisa Mell recebe ameaça de pecuarista: ‘Se prepare’

julho 12, 2018

Pessoas que comem carne são notoriamente egoístas e insensíveis (para não dizer cruéis), porque não se importam com a vida de animais inocentes que matam (ou pagam para matar) para comer. Pecuaristas, então, nem se fala! E. se não se importam com a vida de seres puros e inocentes como os animais, você acha que eles/elas se importam também com a vida de pessoas que – como eu, ou como a Luisa Mell – denunciam o seu negócio de morte e extermínio cruel de inocentes? Não! Se pudessem, eles/elas exterminariam a nós tod@s, defensores dos animais inocentes. Não conseguirão! a humanidade irá evoluir, cedo ou tarde, para um modo de vida mais pacífico, mais evoluído, mais espiritualizado e… vegetariano/vegano!

O Holocausto Animal

Projeto de lei contra exportação de gado motivou comentário.

Ver o post original 210 mais palavras

O peruano Gustavo Gutiérrez, pai da Teologia da Libertação, faz 90 anos

julho 11, 2018

Da página do Leonardo Boff: “O peruano Gustavo Gutiérrez, pai da Teologia da Libertação, faz 90 anos”.

Leonardo Boff

Publicamos aqui esta homenagem, feita de muitas memórias de Frei Betto sobre Gustavo Gutiérrez, o pai da Teologia da Libertação. O texto é belíssimo e comovedor, justa homenagem a quem tanto se dedicou aos pobres, pondo-os no centro da reflexão teológica, como os principais representantes do Cristo crucificado. Eles estão crucificados e sua teologia é um esforço de junto com eles, baixá-los da cruz e torná-los plenamente humanos. O próprio Papa Francisco lhe escreveu uma carta pessoal que publicamos nesse blog, reconhecendo seus méritos e a riqueza que trouxe à Igreja e à humanidade, sempre à luz da fé libertadora. Unimo-nos às palavras de Frei Betto:Lboff

************************

Gustavo Gutiérrez completou 90 anos no último dia 8 de junho. Nos cinco continentes proliferam livros, teses, artigos e críticas sobre a obra dele, bem como de outros teólogos como Leonardo Boff, Hugo Assmann, João Batista Libânio, Juan Luis Segundo, José Míguez Bonino…

Ver o post original 3.679 mais palavras

Humanos são tratados como animais de fazenda em filme de terror

julho 8, 2018

Os humanos fazem da vida dos outros animais um inferno, um verdadeiro filme de horror na vida real. É bom ver como seria se você estivesse no lugar daquela outra criatura, não?!? (Paulo Sisinno)

Matéria publicada na página “O Holocausto Animal”:

Humanos viram refeição principal no longa-metragem The Farm (Imagem: Reprodução/IMDb)
O filme The Farm, que estreou em abril de 2018 nos Estados Unidos, mostra humanos sendo tratados como animais da fazenda.

A história começa quando um jovem casal entra em um restaurante na beira da estrada para comer hambúrguer; em seguida, são sequestrados e viram a refeição principal de canibais.

Dirigido e escrito por Hans Stjernswärd, o longa relembra obras como O Massacre da Serra Elétrica e Pânico na Floresta.

O Holocausto Animal

Ver o post original 87 mais palavras

‘É o inferno’, diz ex-pecuarista sobre a indústria do leite

julho 8, 2018

Não deixem de conhecer a importantíssima página do O Holocausto Animal​, com suas denúncias e atividade constante em defesa dos direitos dos animais inocentes!
Aqui está mais um artigo com denúncia relevante para reflexão de tod@s!

“Uma ex-pecuarista israelense decidiu revelar o quanto a indústria do leite é cruel com os animais. Sua entrevista está disponível no documentário “Confissão de uma fazendeira de leite“, produzido pelo grupo Glass Walls Israel em 2017.

Michelle foi pecuarista durante 15 anos e se casou com um fazendeiro. Após desistir da área, visitou o antigo estábulo que trabalhava em Kfar Blum. Emocionada, afirmou: “Eu era uma pessoa terrível. E ainda hoje penso que sou. Qualquer coisa relacionada com produção de leite é muito difícil pra mim. Foi muito difícil vir até aqui.”

“É um lugar enganoso. Apenas aqueles que trabalham no meio sabem como realmente é. Não estou falando de uma visita à fazenda de uma hora. Quem está realmente dentro sabe que tipo de lugar é”, afirma.

A ex-pecuarista alega que as vacas são “espancadas” e “escravizadas”, tendo “uma vida de dor”. “É o inferno. Há um sofrimento terrível ali. […] Os gritos das mães… eu ainda posso ouvi-los”, diz.

Michelle tornou-se vegana e hoje reflete sobre o mal que causou nos animais: “Agora, quando olho nos olhos dos bezerros, ou olho nos olhos das vacas, simplesmente não sei o que dizer a eles. Toda a tristeza que causei a eles está gravada para sempre em meu coração. Não tenho ideia de quantas mães e bebês enviei para o matadouro, de quantas mães ficaram sem seus bebês. E elas choraram e chamaram por seus bebês. Se alguém tocasse minha filha ou meu filho… não sei o que dizer, só o pensamento me assusta.”

*Informações complementares de “Vegazeta“.

O Holocausto Animal

Ver o post original 273 mais palavras

Com Trump tempos dramáticos nos esperam

julho 3, 2018

Compartilhando mais um ótimo artigo da página do Leonardo Boff: “Com Trump tempos dramáticos nos esperam” – 28/06/2018.
A humanidade está sob várias ameaças: a nuclear, a escassez de água potável em vastas regiões do mundo, o aquecimento global crescente, as consequências dramáticas da Sobrecarga dos bens e serviços naturais, indispensáveis à vida (the Earth Schoot Day).
A estas ameaças se acrescenta uma outra não menos perigosa, aventada já por vários analistas mundiais como os prêmios Nobéis Paul Krugman e Joseph Stiglizt. Recentemente um economista ítalo-argentino, Roberto Savio, co-fundador e diretor geral da Inter Press Service (IPS), agora emérito, escreveu um artigo que nos deve fazer pensar sob o título:”Trump veio para ficar e mudar o mundo”(ALAI-America Latina en Movimiento, de 20 junio de 2018).
Aí afirma que Trump não é uma causa da nova desordem mundial. Ele é um sintoma. O sintoma de tempos em que os valores civilizatórios que davam coesão a um povo e às relações internacionais, são simplesmente anulados. O que conta é o voluntarismo narcisista de um poderoso chefe de Estado, Trump, que no lugar destes valores colocou o dinheiro e os negócios pura e simplesmente. São estes os que definitivamente contam. O resto são perfumarias dispensáveis para o domínio do mundo.” (Continua; clique no linque para ler todo o texto).

Leonardo Boff

A humanidade está sob várias ameaças: a nuclear, a escassez de água potável em vastas regiões do mundo, o aquecimento global crescente, as consequências dramáticas da Sobrecarga dos bens e serviços naturais, indispensáveis à vida (the Earth Schoot Day).
A estas ameaças se acrescenta uma outra não menos perigosa, aventada já por vários analistas mundiais como os prêmios Nobéis Paul Krugman e Joseph Stiglizt. Recentemente um economista ítalo-argentino, Roberto Savio, co-fundador e director geral da Inter Press Service (IPS), agora emérito, escreveu um artigo que nos deve fazer pensar sob o título:”Trump veio para ficar e mudar o mundo”(ALAI-America Latina en Movimiento de 20 junio de 2018).
Aí afirma que Trump não é uma causa da nova desordem mundial. Ele é um sintoma. O sintoma de tempos em que os valores civilizatórios que davam coesão a um povo e às relações internacionais, são simplesmente anulados. O que conta é o…

Ver o post original 483 mais palavras