Archive for the ‘Uncategorized’ Category

I Diritti di Madre Terra e la sua Dignità

novembro 21, 2017

I Diritti di Madre Terra e la sua Dignità – Leonardo Boff

Leonardo Boff

Abbiamo scritto in precedenza sui diritti degli animali. Ora è necessario discorrere sui diritti di Madre Terra e della sua dignità. Il tema è relativamente nuovo, perché dignità e diritti erano riservati soltanto agli esseri mani, portatori di coscienza e di intelligenza, come fece Kant nella sua Etica. Predominava ancora la visione antropocentrica, come se soltanto noi fossimo portatori di dignità. Dimentichiamo che siamo parte di un tutto maggiore. Come dicono rinomati cosmologi, se lo spirito sta in noi è segno che c’era anche prima nell’universo del quale sono parte.

Esiste una tradizione risalente ad epoche remote che sempre ha considerato la Terra come la grande Madre che ha generato tutti gli esseri che in essa esistono. Le scienze della Terra e della vita, per via scientifica ci hanno confermato questa visione. La Terra è un superorganismo vivo, Gaia (Lovelock) che si autoregola per essere sempre idonea a mantenere la…

Ver o post original 769 mais palavras

Anúncios

Um vegetariano evita a morte de até 582 animais por ano, diz estimativa

novembro 21, 2017

ESTE É UM DOS PRINCIPAIS MOTIVOS DE EU SER UMA PESSOA FELIZ! TENHA A MINHA CONSCIÊNCIA LIMPA (E TAMBÉM MEU CORPO E MEU ESPÍRITO LIMPOS TAMBÉM!). NÃO COLABORO FINANCIANDO A MATANÇA DE CRIATURAS PURAS E INOCENTES. E MEU CORPO ESTÁ LIVRE TANTO DE TOXINAS E INÚMEROS ADITIVOS QUÍMICOS QUE SÃO INJETADOS NA CARNE DAS POBRES CRIATURAS SACRIFICADAS, COMO TAMBÉM LIVRE DA TÓXICA CARGA ESPIRITUAL DA VIOLÊNCIA DECORRENTE DO HOLOCAUSTO DOS INOCENTES! [P. S.]

Quem não come carne evita a morte de até 582 animais por ano – é o que concluiu uma estimativa divulgada em 6 de fevereiro de 2012 no site “Counting Animals“. O cálculo foi feito por Harish Sethu, PhD em engenharia elétrica e professor da Universidade Drexel, na Filadélfia (EUA).

Para chegar ao número citado, Harish utilizou dados sobre a quantidade de animais mortos para alimentação nos Estados Unidos e o tamanho da população referente ao ano verificado. Mas, para que a estatística fosse mais precisa, foi necessário dividir o número de animais mortos pela população que come carne, excluindo os vegetarianos e os veganos. O resultado ficou entre 371 e 582 animais anualmente, sendo que a maior parte refere-se às criaturas aquáticas.

A enorme quantidade de animais marinhos mortos “acidentalmente” pela pesca e também para alimentar as espécies criadas em cativeiro, em produtos como farinha ou óleo de peixe, influenciam no expressivo número.

“Sim, um vegetariano salva pelo menos um animal por dia! […] Ao deixar de contribuir com essa indústria sombria, sua consciência também é salva”, afirmou.

Porém, de acordo com o professor, a conclusão é conservadora, pois não leva em conta os animais mortos na indústria do leite, dos ovos ou de peles. Além disso, muitos animais mortos considerados impróprios para o consumo não entram nas estatísticas oficiais.

(Leia a íntegra deste ótimo artigo do site O Holocausto Animal​ clicando aqui neste linque.

O Holocausto Animal

Professor de engenharia da Universidade Drexel (EUA) fez cálculo sobre os efeitos da eliminação da carne do cardápio.

Ver o post original 360 mais palavras

Concepção do ser humano nos limites de uma ecologia integral

novembro 21, 2017

“Concepção do ser humano nos limites de uma ecologia integral” – Leonardo Boff

Leonardo Boff

Em sua encíclica sobre “o Cuidado da Casa Comum” o Papa Francisco submeteu a uma rigorosa crítica o clássico antropocentrismo de nossa cultura a partir de uma visão de uma ecologia integral, cosmocentrada, dentro da qual o ser humano comparece como parte do Todo  e da natureza. Isso nos convida a revisarmos nossa compreensão do ser humano nos limites desta ecologia integral. Cabe enfatizar que as contribuições das ciências da Terra e da vida, subjacentes ao texto papal, vem englobadas pela teoria da evolução ampliada embora não a cita explicitamente. Elas nos trouxeram visões complexas e totalizadoras, inserindo-nos como um momento do processo global, físico, químico, biológico e cultural.

Após  todos estes conhecimentos nos perguntamos, não sem certa perplexidade: quem somos, afinal enquanto humanos? Tentanto responder, vamos logo dizendo : o ser humano é uma manifestação  da Energia de Fundo, donde tudo provem (Vácuo Quântico ou Fonte Originária de todo…

Ver o post original 827 mais palavras

Os direitos da Mãe Terra e sua dignidade

novembro 19, 2017

Mais um texto imprescindível do Leonardo Boff! Eis o trecho inicial (depois clique no linque para ler a íntegra): “Anteriormente escrevemos sobre os direitos dos animais. Agora cabe discorrer sobre os direitos da Mãe Terra e de sua alta dignidade. O tema é relativamente novo, pois dignidade e direitos eram reservados somente aos seres humanos, portadores de consciência e de inteligência como o fez Kant em sua ética. Predominava ainda a visão antropocêntrica como se nós exclusivamente fôssemos portadores de dignidade. Esquecemos que somos parte de um todo maior. Como dizem renomados cosmólogos, se o espírito está em nós é sinal que ele estava antes no universo do qual somos fruto e parte.

Há uma tradição da mais alta ancestralidade que sempre entendeu a Terra com a Grande Mãe que gerou todos os seres que nela existem. As ciências da Terra e da vida, por via científica, nos confirmaram esta visão. A Terra é um superorganismo vivo, Gaia (Lovelock), que se autoregula para ser sempre apta para manter a vida no planeta.”

Leonardo Boff

         Anteriormente escrevemos sobre os direitos dos animais. Agora cabe discorrer sobre os direitos da Mãe Terra e de sua alta dignidade. O tema é relativamente novo, pois dignidade e direitos eram reservados somente aos seres humanos, portadores de consciência e de inteligência como o fez Kant em sua ética. Predominava ainda a visão antropocêntrica como se nós exclusivamente fôssemos portadores de dignidade. Esquecemos que somos parte de um todo maior. Como dizem renomados cosmólogos, se o espírito está em nós é sinal que ele estava antes no universo do qual somos fruto e parte.

Há uma tradição da mais alta ancetralidade que sempre entendeu a Terra com a Grande Mãe que gerou todos os seres que nela existem. As ciências da Terra e da vida, por via científica, nos confirmaram esta visão. A Terra é um superorganismo vivo, Gaia (Lovelock), que se autoregula para ser sempre apta para manter…

Ver o post original 773 mais palavras

Cavalo passa 18 horas preso em delegacia de Sergipe

novembro 14, 2017

Notícia publicada no site O Holocausto Animal​: “Um cavalo recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia pela Policia Militar de Sergipe, durante uma cavalgada realizada em Nossa Senhora Aparecida no último domingo (12).

O comandante do policiamento do município, capitão Vagno Passos, declarou ao “G1“: “O cavalo deu um coice na porta de um veículo, sendo utilizado como meio para cometer o crime de dano. E foi conduzido à delegacia para que fosse realizado o procedimento.”

Abuso de autoridade

Segundo a advogada abolicionista Leticia Filpi, “o Estado reconhece os animais não humanos como coisas semoventes”, ou seja, juridicamente são bens móveis que possuem movimento próprio. Portanto, “não são passíveis de cometerem crimes”.

Apesar de o policial militar alegar que o cavalo foi usado como instrumento de crime, a advogada explica que isso não dá o direito da autoridade retê-lo, já que a Constituição Federal reconhece os animais como seres sencientes e proíbe a crueldade contra eles. Nesse caso, o cavalo foi mantido em condições inadequadas, caracterizando crime de maus-tratos, previsto na Lei de Crimes Ambientais.

Leticia ainda afirma que o agente público cometeu uma infração administrativa, pois não é previsto por lei que delegacias retenham animais não humanos.

Com relação ao dano, Leticia diz que “é um crime de menor potencial ofensivo, portanto, não é passível de cadeia”. Além disso, ela afirma que “dano é crime que só acontece na forma dolosa” (com a intenção e a vontade de cometer o crime), “pois não existe crime de dano culposo” (quando o agente não tem a intenção de cometer o crime). Consequentemente, a advogada alega que “sem dolo não há crime” – o cavalo não teve a intenção de causar dano a outrem.

“Os animais deveriam ser considerados sujeitos de direito, mas não podem ter obrigações, pois assim como as crianças, devem ser respeitados em seu direito à vida, dignidade e liberdade”, disse a advogada.

Leticia finalizou afirmando que mesmo “como sujeitos de direito, os animais seriam inimputáveis criminalmente”, uma vez que “não há dolo em suas condutas”.

O Holocausto Animal

Advogada afirma que retenção do animal é ilegal.

Ver o post original 698 mais palavras

OS RISCOS DE QUANDO O ÓDIO E O OPORTUNISMO VIRAM PAUTA POLÍTICA

novembro 14, 2017

“OS RISCOS DE QUANDO O ÓDIO E O OPORTUNISMO VIRAM PAUTA POLÍTICA”
Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, Mestre em Ciências Sociais

Sustentabilidade e Democracia

1ee12358-4e6a-4e0a-a4b5-e5ce478d6f37Foto: poster russo contra a violência doméstica.

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais

A primeira reação de uma pessoa com um nível intelectual razoável ao ler o projeto “escola sem partido” é cair na risada. É pouco crível que em pleno século XXI pessoas ainda sustentem um conjunto de ideias tão absurdos, tão medievais quanto acreditar que a Terra é plana. Na mentalidade de quem defende o projeto, a escola foi tomada por agentes do demônio e estes pretendem levar crianças para o “mal caminho”. Foi cunhado um conceito tão sem sentido quanto o projeto, “ideologia de gênero”, o qual só encontra respaldo em pessoas cuja vida é norteada pela desinformação e o preconceito.

Entretanto, quando paramos para analisar e verificamos a expansão desse movimento, a coisa é preocupante. Tal qual aconteceu com o nazismo na Alemanha da…

Ver o post original 520 mais palavras

O seu silêncio é tudo que um criminoso precisa pra continuar maltratando animais.

novembro 13, 2017

“Neutralidade ajuda o opressor, nunca a vítima. Silêncio encoraja o torturador, nunca o torturado.” Elie Wiesel
O seu silêncio é tudo que um criminoso precisa pra continuar maltratando animais.

Não se omita! Conheça as leis:

Para agir no momento em que se toma conhecimento de um caso de maus-tratos, é importante conhecer as leis que regem este tipo de crime e, assim, dirigir-se à autoridade competente já munido das informações necessárias. Esteja atento, pois um fato pode acontecer perto de você, e a sua ação pode fazer a diferença na hora de salvar a vida de um ser vivo.

A principal lei que protege os animais é a Lei Federal 9.605/98, conhecida como Lei dos Crimes Ambientais:

– Art. 32 – Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.
A pena será de 3 meses a 1 ano de prisão e multa, aumentada de 1/6 a 1/3 se ocorrer a morte do animal.

Além dela, o Decreto-Lei n° 24645/34 dá proteção legal aos animais desde os tempos de Getúlio Vargas.

E a Constituição Federal de 1988 diz, em seu artigo 225, parágrafo 1°, que cabe ao Poder Público:

VI – promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente;

VII – proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

Algumas ações consideradas maus-tratos:
* Não dar água e comida diariamente;
* Manter preso em corrente;
* Manter em local sujo ou pequeno demais para que o animal possa andar ou correr;
* Deixar sem ventilação ou luz solar, ou desprotegido do vento, sol e chuva;
* Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
* Obrigar a trabalho excessivo ou superior à sua força;
* Abandonar;
* Ferir;
* Envenenar;
* Utilizar para rinha, farra-do-boi, etc.

Nós, “humanos”, fazemos da Terra o verdadeiro Inferno para todos os outros animais

novembro 13, 2017
Se os outros animais fossem descrever quem comanda o inferno, Satanás seria o Homem!
Nós, “humanos”, fazemos da Terra o verdadeiro Inferno para todos os outros animais sencientes, vítimas inocentes de nossa ignorância e maldade! Por isso, os humanos são uma espécie amaldiçoada, que sofre terríveis acidentes, doenças e desgraças, e continuará sofrendo-as até que definitivamente evolua para um estágio superior, de vida mais pacífica, amorosa, solidária e piedosa, sem maltratar ou matar outros seres sencientes (inclusive humanos). Quando, afinal, evoluiremos??? 

A ARTE DE TENTAR SOBREVIVER: crônica sobre um mundo em processo de destruição

novembro 13, 2017

A ARTE DE TENTAR SOBREVIVER: crônica sobre um mundo em processo de destruição – Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, Advogado, Mestre em Ciências Sociais.

Sustentabilidade e Democracia

portinari-03Foto:Criança Morta, pintura de Cândido Portinari.

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais

Na década de 1990, Pierre Bourdieu organizou um livro que é uma referência para todas as pessoas que pretendem compreender os impactos das políticas neoliberais sobre a sociedade: “A Miséria do Mundo”. Nesta obra, com a participação de vários intelectuais, temos um retrato fiel do impacto das ações de desregulamentação da legislação protetiva, de ajustes fiscais e financeiros, privatizações e de desmonte do Estado.

Se por um lado, temos um crescimento exponencial da acumulação capitalista (neste ponto, também é bom ler a obra de outro francês, François Chesnais, “A Mundialização do Capital”), em patamares jamais sonhados nos tempos de Marx e de Engels, por outro, há um crescente processo de pauperização e exclusão de trabalhadores em todos os cantos do planeta. Surgem profissões com…

Ver o post original 401 mais palavras

Funcionários chutam vacas em fazenda leiteira

novembro 12, 2017

TUDO ISTO, TODA ESTA MALDADE SÁDICA E CRUELDADE DOENTIA, PARA OS HUMANOS CONTINUAREM ADOECENDO POR CONSUMIR LEITE DE ANIMAIS DE UMA ESPÉCIE DIFERENTE DA SUA PRÓPRIA! ABSURDO, CRUEL E INJUSTIFICÁVEL!
Matéria publicada na página “Holocausto Animal”:
Em agosto deste ano, investigadores da ONG Animal Recovery Mission se infiltraram na fazenda leiteira Larson Dairy Farm, localizada em Okeechobee (Flórida). As câmeras registraram os funcionários espancando as vacas diversas vezes sem motivo aparente.

Na fazenda Larson, o leite é coletado três vezes ao dia – isso significa que as vacas vivem sob estresse constante. Elas são chutadas, esmurradas e espetadas com uma barra de metal, inclusive quando estão presas na baia de ordenha; seus rabos também são torcidos e seus úberes socados.

O Holocausto Animal

Nova investigação expõe crueldade em gigante norte-americana do leite.

Ver o post original 182 mais palavras