Archive for janeiro \25\UTC 2012

“Cavalo de Guerra”: Gostei do último filme do Spielberg, “Cavalo de Guerra”. É claro que eu sou suspeito neste caso; eu já estava predisposto a gostar desde o início. Todo filme que trata da relação entre humanos e animais com foco nos aspectos benéficos que resultam desta relação, seja para os humanos, seja para os animais, sempre que existe respeito e afeto na relação, me conquista de imediato. Não só isto. Considero que filmes assim (há outros deste tipo) cumprem uma função importantíssima: educar e conscientizar – principalmente as crianças; porque é de pequeno que se cria e cultiva uma consciência de respeito e amor pela natureza, a fauna e a flora – as pessoas sobre como é importante aprender a se relacionar melhor, com base em afeto e respeito mútuo. Na realidade, esta lição não se aplica somente à relação entre humanos e animais, mas também – claro – ao relacionamento dos humanos entre si mesmos. Em conclusão, eu recomendo que vejam e levem as crianças.

janeiro 25, 2012
Anúncios

Do cientista Miguel Nicolelis sobre religião:

janeiro 25, 2012

Do cientista Miguel Nicolelis sobre religião:
“Acho que a religião é outra tentativa do cérebro de criar uma história, uma cosmologia, uma explicação sobre por que estamos aqui e de onde viemos. De fato, ela está presente em mais de 90% da espécie, até em grupamentos humanos isolados. Mas se trata de uma propriedade comum justamente porque o cérebro é igual e tem essa propriedade inerente de tentar construir uma história que faça sentido.”

Nem tudo está perdido…

janeiro 25, 2012

Nem tudo está perdido…ainda há boas notícias! Num ano em que um dos candidatos era o mega-milionário Eike Batista, ídolo dos “nouveau riches” que ainda acham que o máximo que pode acontecer na vida de alguém é ficar rico, a votação dos leitores do jornal O Globo para Personalidade do Ano de 2011, ganhando o Prêmio “Faz Diferença” foi o genial neurocientista Miguel Nicolelis. Tá certo, temos que dar um desconto que o universo de leitores de um jornalão não retrata de modo muito exato a totalidade da sociedade brasileira. Mesmo assim, nesta nossa época atual em que a maioria das pessoas se agarra desesperadamente às (ilusórias) “boias de salvação” da religião e/ou da riqueza, a votação de um cientista (e ateu!) representa um sinal de esperança; de que ainda há gente que prefere apostar em inteligência, bom-senso e ciência, do que em ganância por dinheiro e/ou superstições variadas. Este brilhante cientista desenvolve um trabalho de ponta no setor de neurociência na Universidade de Duke, nos EUA (com chances até de ser indicado ao Prêmio Nobel) e também desenvolve um projeto social inovador no Instituto Internacional de Neurociência de Natal (INN), no Rio Grande do Norte. Parabéns a Miguel Nicolelis e também a todos os leitores do jornal que tiveram a inteligência de elegê-lo a Personalidade de 2011!!!

Alguns dizem que eu “pego no pé” das religiões (algumas; não todas!!), mas vem cá: quem começou a “pegar no pé” de quem primeiro??? Que eu me lembre, eu nunca me julguei no direito de ir à casa das pessoas tocar a campainha delas pra dizer que elas acreditam em bobagens e em coisas que não existem. Também nunca me levantei no meio de um transporte público pra gritar a plenos pulmões que as pessoas são umas ingênuas iludidas, guiadas e/ou enganadas por outras pessoas tão iludidas quanto elas ou – pior ainda – por vigaristas de má fé. Apesar de eu achar mesmo tudo isso que eu disse aí em cima, eu nunca me julguei no direito de interromper o cotidiano pessoal de um transeunte ou de um cidadão na tranqüilidade de seu lar pra tentar enfiar dentro de sua cabeça aquilo em que eu acredito. Por que diabos então certas pessoas religiosas acham que têm este direito???!!?? “Para salvar a alma do próximo” é a desculpa esfarrapada que eles trazem na ponta da língua. O pior é que muitos – pobres ignorantes iludidos – acreditam mesmo nisso. São incapazes de refletir e questionar que apenas servem de fantoches nas mãos de quem realmente lucra com este tipo de ação: os cabeças das grandes corporações religiosas, em guerra por maiores fatias de mercado (O velho e lucrativo mercado da fé!!!!). Esta gente, na realidade, está em guerra (“guerra santa”, rs…, como dizia Renato Russo: “guerra santa” é uma contradição em termos!)! Eles estão em guerra pra conquistar mais território para seus produtos: ilusões prontas para enganar os ingênuos de sempre (por isto este mercado é tão lucrativo; nunca faltam trouxas no mundo!). Pois bem, se eles estão em guerra, eu também estou! Estou em guerra pelo direito à Liberdade! Não só pela minha liberdade (de pensamento, de questionamento, de discordância), mas também pela liberdade de todos os meus irmãos e irmãs; de diferentes crenças e/ou descrenças. Em guerra em nome da Pluralidade, da Diversidade, da Democracia e até mesmo pra vingar todos aqueles que sofrem e sofreram no passado perseguições, torturas e morte por serem “pagãos”, “animistas”, “politeístas”, judeus, maometanos, adoradores de Zeus, Odin, Oxalá, Tupã ou qualquer outro ícone diferente daquele que representa as grandes religiões imperialistas do Ocidente. Numa guerra, aquele que não age pode estar pecando por omissão (apesar de eu desprezar profundamente a palavra “pecado”!!), então eu prefiro agir, lutar a favor da LIBERDADE! Na hora em que os pentelhos religiosos pararem de me azucrinar tentando me vender seu peixe podre que eu rejeito, eu paro de azucriná-los também. Enquanto essa hora não chegar, segurem as pontas aí!!!

janeiro 12, 2012

Hoje, dia 7 de janeiro, marca uma das datas mais importantes na História do Brasil: em 07/01/1890 um decreto estabeleceu a liberdade de culto, com a separação da igreja do Estado. Esta efeméride, popularmente celebrada como “Dia da liberdade de culto” é, no meu ponto de vista, muito mais importante do que muitos conseguem avaliar à primeira vista. Não se trata apenas de respeitar o direito a diferentes tipos de crença (e DESCRENÇA, nunca é demais lembrar!!!), mas também – e acima de tudo – que o Estado – nossa nação, nosso país – é Laico!!!! Em outras palavras, o Estado é de todos: religiosos e não-religiosos; católicos, evangélicos, kardecistas, umbandistas, budistas, entre outras crenças e também ATEUS E AGNÓSTICOS como eu! Portanto, há que se respeitar não apenas os direitos individuais e coletivos, mas também a nossa Constituição Brasileira. Portanto, toda forma de favorecimento a uma religião de qualquer tipo em detrimento de outra(s) e contra os direitos constitucionais e universais dos não-crentes é um ato inconstitucional e uma flagrante violação à Constituição. Viva a diversidade, a multiplicidade e a Liberdade de crença e de DESCRENÇA!!!! VIVA O ESTADO LAICO!!!!

janeiro 7, 2012

Uma aula de jornalismo! (Adorei, recebi por e-mail e tou retransmitindo porque é ótima!): As diferentes maneiras de contar a mesma história Se a história da Chapeuzinho Vermelho fosse verdadeira, como ela seria veiculada pela imprensa brasileira? *Jornal Nacional* (William Bonner): ‘Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem.’ (Fátima Bernardes): ‘.mas a atuação de um caçador evitou a tragédia.’ *Programa da Hebe** “.Que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa menina linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?” *Brasil Urgente (Datena)* “.Onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia pra casa da vovozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva. Um lobo, um lobo safado. Põe na tela, primo! Eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não!” Tô certo ou tô errado? Me ajuda aí, ô! *Superpop* “Geeente! Eu tô aqui com a ex-mulher do lenhador e ela diz que ele é alcoólatra, agressivo e que não paga pensão aos filhos há mais de um ano. Abafa o caso!” *Globo Repórter* “Tara? Fetiche? Violência? O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente? O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com amigos e parentes do Lobo, em busca da resposta. E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter..” *Discovery Channel* “Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver.” *Revista Veja* “Lula sabia das intenções do Lobo.” *Revista Cláudia* “Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.” *Revista Nova* “Dez maneiras de levar um lobo à loucura, na cama!” *Revista Isto É* Gravações revelam que lobo foi assessor de político influente. *Revista Playboy* (Ensaio fotográfico com Chapeuzinho no mês seguinte): “Veja o que só o lobo viu.” *Revista Vip* “As 100 mais sexies – Desvendamos a adolescente mais gostosa do Brasil!” *Revista G Magazine* (Ensaio com o lenhador) “O lenhador mostra o machado.” *Revista Caras* Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: “Até ser devorada, eu não dava valor pra muitas coisas na vida. Hoje, sou outra pessoa.” *Revista Superinteressante* “Lobo Mau: mito ou verdade?” *Revista Tititi* “Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio.” *Folha de São Paulo* “Lobo que devorou menina era do MST” *O Estado de São Paulo* “Lobo que devorou menina seria filiado ao PT.” *O Globo* “Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT, que matou um lobo para salvar menor de idade carente.” *O Povo* “Sangue e tragédia na casa da vovó.” *O Dia* “Lenhador desempregado tem dia de herói.” *Extra* “Promoção do mês: junte 20 selos, mais 19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!” *Meia hora* “Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!” *Capricho* Teste: “Seu par ideal é lobo ou lenhador?”

janeiro 2, 2012