Archive for maio \24\UTC 2013

do Artur Xexéo, jornalista

maio 24, 2013

“O Eike Batista prometeu despoluir a Lagoa Rodrigo de Freitas, e não aconteceu nada. Mesmo assim, o governo acredita que ele é a pessoa certa para administrar o novo Maracanã. Ele prometeu reformar o Hotel Glória e devolvê-lo à cidade cheio de esplendor, e acabou se metendo numa obra de igreja. Mesmo assim, o governo acha que ele é a pessoa certa para “revitalizar” a Marina da Glória, embora a marina não esteja precisando de revitalização alguma. Estava por trás da ideia de se alugar o metrô, providencialmente derrubada pelo governador. No fundo, no fundo, a única obra que Eike Batista concluiu no Rio foi a demolição do teatro Glória.” – Artur Xexéo, jornalista.

Menos é mais!

maio 21, 2013

Afinal, eu não estou só! O caderno especial “Amanhã”, encartado na edição do jornal O Globo desta 3a feira (21/5/2013) traz uma reportagem intitulada “Viver com menos” de leitura imperdível! Para quem não me conhece pessoalmente, o conteúdo da matéria citada ajuda a entender alguns dos pontos fundamentais que apoiam minha posição pessoal. Fico extremamente feliz em ver que as novas gerações estão descobrindo ideias e posicionamentos éticos que foram muito comuns à minha geração (dos nascidos na década de 60). Na realidade, estas ideias são bem antigas, como também fica evidente na reportagem. O “ponto de iluminação” em que um indivíduo descobre que “menos é mais” já era conhecido e difundido desde a Grécia antiga (para não citarmos o antigo Oriente, de Buda e Confúcio, por exemplo). A matéria cita, entre outros grandes sábios iluminados da humanidade, o grego Diógenes, que dizia que os bens e glórias podem se tornar fontes de infelicidade e prisões do espírito. Recomendo fortemente a leitura deste texto.

Trechos de entrevista com o poeta egípcio Tamim Al-Barghouti

maio 20, 2013

“Se não fosse pela catástrofe da Síria, as revoluções árabes poderiam ter realizado seu potencial de reorganizar o equilíbrio global de poder e acelerar a transição de um sistema mundial unipolar para outro multipolar. (…) Afinal, no Iraque e na Síria, os americanos mudaram seu apoio entre sunitas e xiitas tantas vezes que hoje já pouca confiança neles. As pessoas estão se tornando cada vez mais conscientes de que  esta é a clássica tática de  dividir para reinar, nada de novo. Além disso, se as coisas ficarem bem no Egito, o resto da região o seguirá. As coisas não estão bem agora, mas vão dar certo, pois todas as condições estruturais estão lá. Você tem uma população cada vez mais engajada, ativa e consciente, e um aparato de segurança enfraquecido, que não pode oprimir em larga escala. (…) O Egito vai se libertar da influência americana, e junto com o Irã e a Turquia será capaz de reorganizar o Oriente Médio.” – Trechos de entrevista com o poeta egípcio Tamim Al-Barghouti, publicada no caderno Prosa (O Globo) em 27/4/2013.

Trecho do artigo “A varinha do deputado”

maio 20, 2013

“Autodenominado defensor da ordem e do rigor (pretexto para professar a fé em barbaridades conservadoras), Jair Bolsonaro foi flagrado em trajes menores, reivindicando o desfrute ultrabrasileiro do privilégio por ser autoridade. O parlamentar navega atrás de “umas cocorocas” em área de pesca proibida por lei, ao largo de Angra dos Reis. Logo ele, trombeteador da disciplina, tenta meter sua varinha onde não pode.” – Trecho do artigo  “A varinha do deputado”, do jornalista Aydano André Motta, publicado em 17/5/2013 no jornal O Globo.

Trecho da reportagem “Alerj: falta ao Rio delegacia de proteção a animais”

maio 20, 2013

“Para os deputados, os crimes  (…) contra animais têm chocado a sociedade e precisam ser investigados. A criação de uma delegacia só para esses delitos, segundo eles, pode “dinamizar” a apuração dos casos e até incentivar que as pessoas façam mais denúncias. No início do mês, a Comissão de Defesa dos Animais da Alerj criou um e-mail para receber denúncias de maus-tratos (comissaodedefesadosanimais@alerj.rj.gov.br), que serão repassadas mensalmente para a Polícia Civil.” – Trecho da reportagem “Alerj: falta ao Rio delegacia de proteção a animais”, publicada no jornal O Globo em 19/5/2013.

maio 20, 2013

“Antes de ganhar o Maracanã ou a Marina da glória, bem que o empresário Eike Batista podia entregar à cidade o teatro que ele prometeu construir para substituir o tradicional Glória que botou abaixo.” – Artur Xexéo, jornalista.

Trecho do artigo “Lá e cá”, de Francisco Bosco

maio 20, 2013

“Não tenho sonhos de ambição triunfante para o Brasil. Meu desejo é nos tornarmos uma sociedade mais igualitária, e cuja diferença civilizatória se situasse na ausência de paranoias de gênero ou “raça” e numa certa sabedoria pulsional: ser refratários, em alguma medida, ao império  do desenvolvimentismo e, logo, à própria ideia de triunfo. Não me parece que estamos caminhando para isso. Maior igualitarismo, isso sim (e não é pouco), mas baseado mais na economia do que no fortalecimento do espírito público. A luta entre os paranoicos (Malafaias, Felicianos e afins) e os esclarecidos está em jogo, e talvez a franqueza dos termos seja promissora. Quanto ao desejo de uma gaia civilização, responsável diante do ecossistema, o modo como o estado tem tratado os índios diz tudo.” – Francisco Bosco, escritor.

“Brava gente, a brasileira”, do grande jornalista Elio Gaspari

maio 20, 2013

Obrigatória a leitura do artigo “Brava gente, a brasileira”, do grande jornalista Elio Gaspari, publicado em 12/5/2013 em sua coluna semanal no jornal O Globo. Reproduzo a seguir alguns trechos verdadeiramente brilhantes: “A ideia segundo a qual pobre quer moleza deriva de uma má opinião que se tem dele. É a demofobia. Quando o andar de cima vai ao BNDES pegar dinheiro a juros camaradas, estimulará o progresso. Quando o de baixo vai ao varejão comprar forno de micro-ondas a juros de mercado, estimulará a inadimplência.  (…) As cotas estimulariam o ódio racial. Dez anos depois, ele continua onde sempre esteve. Assim como a Abolição da Escravatura levaria os negros ao ócio e ao vício, o Bolsa Família levaria os pobres à vadiagem e à dependência. Não aconteceu nem uma coisa nem outra.”

Mais um motivo para ser vegetariano

maio 20, 2013

Já faz tempo que deixei de comer carne, mas se eu ainda comesse, teria parado imediatamente após ter lido a ótima reportagem “Podridão sanitária – Como a omissão e a conivência de médicos veterinários, ao não fiscalizarem a carne vendida no País, colocam em risco a saúde da população brasileira”, publicada na revista Isto É, em 17/4/2013. Mais um motivo, este bem objetivo e pragmático, para ser vegetariano.

Excesso de detenções ilegais

maio 20, 2013

“No Brasil, 40% da população carcerária é de presos provisórios, e relatório inédito das Nações Unidas alerta o país para o excesso de detenções ilegais. Muitos desses detentos, inocentes, ficam com sequelas irreversíveis.” – Trecho da reportagem “Histórias que assustam a ONU”, publicada na revista Isto É, em 17/4/2013.