Archive for agosto \28\UTC 2017

Arrested wildlife trafficker ‘was set to sell Sumatran tiger carcass’

agosto 28, 2017

A wildlife trafficker who was in possession of a tiger carcass has been arrested in North Sumatra in Indonesia.

An anti-trafficking team made up of officials from the Gunung Leuser National Park (GNLP) and the Orangutan Information Centre’s Forest Wildlife Protection Unit (ForWPU) caught the trafficker yesterday (Sunday) in the Cinta Raja area of the park, in the Langkat district.

He was in possession of the carcass of a female Sumatran tiger (Panthera tigris sumatrae), said by the GNLP officials to have been about three years old. The trafficker said the animal was 13 years old.

The director of the Orangutan Information Centre (OIC), Panut Hadisiswoyo, said he was extremely shocked that a poacher had been caught in possession of a tiger carcass.

Hadisiswoyo said traffickers had been caught in North Sumatra in the past with tiger skins, but this was the first time one was arrested in possession of a tiger carcass.

“This is bitter-sweet,” he added. “On the one hand, the loss of this tiger is a serious threat for the animals’ survival, especially if we fail to protect the remaining population. This female tiger is important for the genetic tiger pool in the Leuser Ecosystem.

“But, on the other hand, the arrest is a real milestone for implementing law enforcement and thus preventing more illegal trafficking of this protected species.”

CHANGING TIMES

A wildlife trafficker who was in possession of a tiger carcass has been arrested in North Sumatra in Indonesia.

An anti-trafficking team made up of officials from the Gunung Leuser National Park (GNLP) and the Orangutan Information Centre’s Forest Wildlife Protection Unit (ForWPU) caught the trafficker yesterday (Sunday) in the Cinta Raja area of the park, in the Langkat district.

He was in possession of the carcass of a female Sumatran tiger (Panthera tigris sumatrae), said by the GNLP officials to have been about three years old. The trafficker said the animal was 13 years old.

The director of the Orangutan Information Centre (OIC), Panut Hadisiswoyo, said he was extremely shocked that a poacher had been caught in possession of a tiger carcass.

Hadisiswoyo said traffickers had been caught in North Sumatra in the past with tiger skins, but this was the first time one was arrested in…

Ver o post original 657 mais palavras

Anúncios

Brasile: barcone alla deriva

agosto 28, 2017

La gravità della nostra crisi generalizzata si fa sentire come un barcone alla deriva, abbandonato alla mercé dei venti e delle onde. Il timoniere, il presidente, è accusato di crimini, circondato da marinai-pirati, in maggioranza (con nobili eccezioni) ugualmente corrotti o accusati di altri crimini. E’ incredibile che un presidente detestato dal 90% della popolazione, senza nessuna credibilità, senza carisma, voglia stare al timone di una nave mal governata.

Non so se per ostinazione o vanità, elevata a potenza in grado stratosferico. Ma, impavido, continua a stare là nel Palazzo, comprando voti, distribuendo benefici, corrompendo i già per evitare che risponda allo STF a pesanti accuse di cui è imputato. E’ praticamente prigioniero di se stesso. In qualsiasi posto appaia in pubblico, sente subito il grido: “Via, Temer”.

E’ una vergogna internazionale essere arrivati a questo punto, dopo aver conosciuto l’ammirazione di tanti altri paesi per le politiche coraggiose fatte a favore delle grandi maggioranze impoverite, grazie ai governi progressisti Lula e Dilma.

Può la diffamazione degli oppositori, appoggiati da gruppi legati allo establishment internazionale che vuole mettere tutti in linea con le sue strategie, tentare di demonizzare la figura di Lula e smontare il merito dei benefici che lui aveva offerto ai diseredati della terra? Non riescono ad arrivare al cuore della gente. Il popolo sa e testimonia: “Nonostante errori ed equivoci, è innegabile che Lula sempre ha amato i poveri e stava al nostro fianco. Più che pane, luce, casa, accesso all’educazione tecnica o superiore, ci ha restituito dignità; siamo persone umane e non siamo più condannati all’invisibilità sociale”.

Leonardo Boff

La gravità della nostra crisi generalizzata si fa sentire come un barcone alla deriva, abbandonato alla mercé dei venti e delle onde. Il timoniere, il presidente, è accusato di crimini, circondato da marinai-pirati, in maggioranza (con nobili eccezioni) ugualmente corrotti o accusati di altri crimini. E’ incredibile che un presidente detestato dal 90% della popolazione, senza nessuna credibilità, senza carisma, voglia stare al timone di una nave mal governata.

Non so se per ostinazione o vanità, elevata a potenza in grado stratosferico. Ma, impavido, continua a stare là nel Palazzo, comprando voti, distribuendo benefici, corrompendo i già per evitare che risponda allo STF a pesanti accuse di cui è imputato. E’ praticamente prigioniero di se stesso. In qualsiasi posto appaia in pubblico, sente subito il grido: “Via, Temer”.

E’ una vergogna internazionale essere arrivati a questo punto, dopo aver conosciuto l’ammirazione di tanti altri paesi per le politiche coraggiose fatte…

Ver o post original 633 mais palavras

O ESTADO, A BUROCRACIA E AS MICROEMPRESAS

agosto 27, 2017

O ESTADO, A BUROCRACIA E AS MICROEMPRESAS – Sandro A. Miranda

Sustentabilidade e Democracia

57212a6c0169d67bd0f3a1ec910903b8

Foto: Di Cavalcanti, Pescadores (1951)

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

Não existem estatísticas oficiais precisas informando o número de micro e pequenas empresas no país, ou de microempreendedores individuais e cooperativas solidárias, mas estimativas menos otimistas indicam a presença de cerca de 15 milhões destas empresas em todo o território nacional, o que representaria mais de 27% do Produto Interno Bruto e 60% dos postos de trabalho.

É evidente que, como todos os segmentos, vem sofrendo fortemente com a retração imposta pela atividade fiscal e pelo corte de investimentos por parte do estado após a tomada do poder por Michel Temer (PMDB/SP). Se a lógica de uma política de austeridade econômica, com grande controle da despesa pública somente prejudica a atividade produtiva, e são péssimas para micro e pequenas empresas.

Logo, é evidente que estamos de uma fração importante da economia…

Ver o post original 361 mais palavras

Cães podem sentir tédio, aponta estudo

agosto 27, 2017

Notícia da página “Holocausto Animal”: Um estudo chamado “Bestial boredom“, publicado este mês na revista “Animal Behavior”, afirma que os cães podem sentir tédio em ambiente pouco estimulados. Nesses casos, alega-se que o cérebro dos animais pode até encolher.

Charlotte Burn, autora da pesquisa, filmou cães deixados sozinhos em casa pelos seus tutores. Ela observou que muitos deles “bocejam, latem, uivam e choram”.

“Alguns dormem muito – sinal de apatia. Parte disso é ansiedade, mas muitas vezes eles estão realmente entediados”, afirmou ao “The Times“.

A pesquisadora ainda disse que manter animais em ambiente estéreis sem estimulação afeta o cérebro.

“Os neurônios morrem se não forem estimulados, então o cérebro desses animais tende a ser menor, com menos sinapses”, alegou.

O estudo também aponta que animais de zoológicos e fazendas industriais são ainda mais afetados, podendo sofrer de tédio crônico.

As informações são do “The Independent“.

O Holocausto Animal

Pesquisa afirma que a falta de estímulo pode até encolher o cérebro canino.

Ver o post original 148 mais palavras

‘Piscina de sangue’

agosto 25, 2017

Entrevistado no último dia 20 (domingo) pelo blog O Holocausto Animal, um adestrador afirmou que presenciou cenas de horror em um matadouro de porcos do interior de SP. O episódio ocorreu em abril deste ano.

Após negar o treinamento de cães usados na condução de ovelhas, por contrariar seu estilo de vida vegetariano, ele foi convidado pelo proprietário da fazenda a visitar um matadouro.

“O fazendeiro disse que eu não sabia como era feito o abate, e então aceitei o convite”, contou.

Ao entrar em um matadouro pela primeira vez na vida, o adestrador disse que viu “uma fila de porcos gritando” e “recebendo chutes quando tentavam fugir”.

“Eles sabiam que algo terrível ia acontecer”, afirmou.

Antes de deixar o local, parou para conversar com um dos funcionários responsáveis pela sangria, que alegou não enxergar crueldade no abate. O adestrador disse que não sentiu “nenhum tipo de piedade ou culpa no olhar do funcionário”.

“Não existe misericórdia. É cruel… Uma piscina de sangue.”

O Holocausto Animal

Cenas de horror em um matadouro de suínos.

Ver o post original 174 mais palavras

‘É injusto usar animais no ensino’, diz veterinária

agosto 25, 2017

Em depoimento publicado no site “Animais no ensino“, no último dia 7 (segunda-feira), a professora Julia Matera, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP, se declarou contra o uso de animais para fins pedagógicos:

“É injusto usar e reutilizar animais no ensino. É a mesma coisa que mantê-los num campo de concentração nazista. Os métodos substitutivos são humanitários, eficientes, respeitam a vida e ainda podem ser repetidos diversas vezes até fora da escola.”

Na mesma linha de pensamento, o biólogo Sérgio Greif afirmou:

“Não precisamos matar ou ferir animais para aprender e, mais do que isso, o processo de aprendizado que faz uso prejudicial de animais é também prejudicial aos estudantes. Já existem métodos substitutivos que ensinam melhor do que os próprios animais.”

Existem médicos, biólogos, psicólogos e cientistas contra a exploração animal – a mídia só não os deu a devida atenção.

O Holocausto Animal

Professora da USP se posiciona contra o uso de animais no ensino.

Ver o post original 165 mais palavras

Brasil: um barco desgovernado e à deriva

agosto 25, 2017

Do Leonardo Boff: “A gravidade de nossa crise generalizada nos faz sentir como um barco à deriva, entregue à mercê dos ventos e das ondas. O timoneiro, o presidente, é acusado de crimes, cercado de marujos-piratas, em sua maioria (com nobres exceções) igualmente, corruptos ou acusados de outros crimes. É inacreditável que um presidente, detestado por 90% da população, sem nenhuma credibilidade e carisma, queira timonear um barco desgovernado.

Nem sei se é obstinação ou vaidade, elevada a um grau estratosférico. Mas, impávido, continua lá no palácio, comprando votos, dispensando benesses, corrompendo a já corruptos para evitar que responda junto ao STF a pesadas acusações que lhe são imputadas. Está pondo 57 empresas à privatização que inclui terras amazônicas e até a Casa da Moeda, símbolo da soberania de qualquer país.” (Continua; clique no linque para continuar lendo)

Leonardo Boff

A gravidade de nossa crise generalizada nos faz sentir como um barco à deriva, entregue à mercê dos ventos e das ondas. O timoneiro, o presidente, é acusado de crimes, cercado de marujos-piratas, em sua maioria (com nobres exceções) igualmente, corruptos ou acusados de outros crimes. É inacreditável que um presidente, detestado por 90% da população, sem nenhuma credibilidade e carisma, queira timonear um barco desgovernado.

Nem sei se é obstinação ou vaidade, elevada a um grau estratosférico. Mas, impávido, continua lá no palácio, comprando votos, dispensando benesses, corrompendo a já corruptos para evitar que responda junto ao STF a pesadas acusações que lhe são imputadas. Está pondo 57 empresas à privatização que inclui terras amazônicas e até a Casa da Moeda, símbolo da soberania de qualquer país.

É uma vergonha internacional  apresentarmos tal figura apagada e sombria e termos, como país, chegado a este ponto e conhecido a admiração…

Ver o post original 742 mais palavras

Aldo Fornazieri: Oração fúnebre para o Brasil

agosto 20, 2017

Aldo Fornazieri,doutor em ciência política e Diretor Acadêmico da Fundação de Escola de Sociologia e Política, escreveu este texto, contundente e até comovente sobre a atual situação do Brasil que nos envergonha e humilha a todos. Vale lê-lo pois nos traça o cenário sombrio e desalentador que afeta a maioria da população. Saiu publicado no site de Luis Nassif GGN de 19/08;17). Leonardo Boff.

Leonardo Boff

Aldo Fornazieri,doutor em ciência política e Diretor Acadêmico da Fundação de Escola de Sociologia e Política, escreveu este texto, contundente e até comovente sobre a atual situação do Brasil que nos envergonha e humilha a todos. Vale le-lo pois nos traça o cenário sombrio e desalentador que afeta a maioria da população. Saiu publicado no site de Luis Nassif GGN de 19/08;17): Lboff

**********************

No último dia dois de agosto de 2017 assistimos, paralisados, a morte moral do Brasil. Pela primeira vez na história, um presidente da República foi flagrado cometendo crimes e os falsos representantes do povo decidiram dar-lhe aval para que ele siga impune no exercício da mas alta magistratura do país sem que a tenha recebido da vontade do povo. Pelo contrário, deixaram-no no cargo contra a vontade da esmagadora maioria do povo. De lá para cá, o país sangra sem dignidade e o pavilhão auriverde…

Ver o post original 1.035 mais palavras

João Doria frequenta rodeio e corrida de cavalo

agosto 20, 2017

NÃO VOTE, NÃO ELEJA, NEM REELEJA POLÍTICOS QUE NÃO DEFENDEM OS ANIMAIS OU QUE APOIEM EVENTOS QUE OS MALTRATEM! (Paulo Sisinno)

Neste domingo (20), o prefeito João Doria postou na sua página do Facebook uma foto no rodeio de Barretos (SP), descrevendo o evento como “festa linda” e “grande espetáculo”.

Indignados, defensores dos animais e eleitores criticaram a postagem: “Rodeio é violência, crueldade, atraso de vida. Que vergonha um político atuante participando disso”, disse a médica Dra. Karla Daniela.

“Já não bastasse apreciar corridas de cavalos, aprecia também rodeios”, comentou a ativista Mariana Zampieri.

Em maio deste ano, João Doria também frequentou a 93ª edição do Grande Prêmio São Paulo de Turfe, junto com Marta Suplicy, apoiadora de corridas de cavalos.

O Holocausto Animal

Prefeito de São Paulo chamou Barretos de “festa linda”.

Ver o post original 132 mais palavras

A solidariedade: um paradigma olvidado

agosto 20, 2017

Mais um belo e importante texto para reflexão de autoria do Leonardo Boff, que compartilho aqui com vocês. Aí vai o trecho inicial; cliquem no linque anexo para ler sua íntegra: “Há falta clamorosa de solidariedade no momento atual de nossa história. Somos informados de que neste exato momento 20 milhões de pessoas estão ameaçadas de morrer literalmente de fome, no Iêmen, na Somália, no Sudão do Sul e na Nigéria. O grito dos famélicos se dirige ao céu e para todas as direções e quem os escuta? Um pouco a ONU e somente algumas corajosas agências humanitárias.

Em nosso país por causa dos ajustes promovidos pelos atuais governantes que deram um golpe parlamentar, visando impor sua agenda neoliberal, há pelo menos 500 mil famílias que perderam a bolsa família. Pobres estão caindo na miséria da qual haviam saído e miseráveis estão se tornando indigentes. Não são poucos os que vem à nossa ONG em Petrópolis (Centro de Defesa dos Direitos Humanos), que existe há 40 anos, pedindo comida. É possível negar o pão à mão estendida e aos olhos suplicantes sem ser desumano e sem piedade?

É urgente resgatarmos o significado antropológico fundamental da solidariedade. Ela é anti-sistêmica, pois o sistema imperante capitalista é individualista e se rege pela concorrência e não pela solidariedade e pela cooperação. Isso vai contra o sentido da natureza.”
(Continua; clique no linque para ler mais)

Leonardo Boff

Há falta clamorosa de solidariedade no momento atual de nossa história. Somos informados de que neste exato momento 20 milhões de pessoas estão ameaçadas de morrer literalmente de fome, no Iêmen, na Somália, no Sudão do Sul e na Nigéria. O grito dos famélicos se dirige ao céu e para todas as direções e quem os escuta? Um pouco a ONU e somente algumas corajosas agências humanitárias.

Em nosso país por causa dos ajustes promovidos pelos atuais governantes que deram um golpe parlamentar, visando impor sua agenda neoliberal, há pelo menos 500 mil famílias que perderam a bolsa família. Pobres estão caindo na miséria da qual haviam saído e miseráveis estão se tornando indigentes. Não são poucos os que vem à nossa ONG em Petrópolis (Centro de Defesa dos Direitos Humanos), que existe há 40 anos, pedindo comida. É possível negar o pão à mão estendida e aos olhos suplicantes sem…

Ver o post original 562 mais palavras