Archive for fevereiro \18\UTC 2013

Isto é o que acontece quando você tem a sua opinião (de)formada pela televisão!!!

fevereiro 18, 2013

Resposta do rapper angolano Badharó à pergunta “Porque você escolheu o Brasil para morar?” em entrevista publicada na revista O Globo (17/02/13): Eu via muita TV brasileira. Novelas, carnaval, futebol. praias, mulheres sambando. Não tinha violência. Pensei: “Seria legal ir para o Brasil. Eles falam a mesma língua que eu. E um país com tanto negro não pode ser racista.” Imaginava que o Brasil todo era do jeito que via na TV. Cheguei e percebi que é um dos países mais racistas do mundo.”

Meu comentário: Isto é o que acontece quando você tem a sua opinião (de)formada pela televisão!!!

Anúncios

Um trecho do maravilhoso artigo “Deus hipotético”

fevereiro 18, 2013

Um trecho do maravilhoso artigo “Deus hipotético”, um texto verdadeiramente exemplar do Mestre Verissimo, publicado no jornal O Globo em 17/02/13:

“Todas as religiões monoteístas compartilham da mesma hipótese, só divergindo em detalhes como o nome de seu deus. E todas têm causado o mesmo dano, em nome da hipótese. Não é preciso nem falar no fundamentalismo islâmico, que aterroriza o próprio islã. Há o fundamentalismo judaico, com sua receita teocrática e intolerante para a sobrevivência de Israel. O fundamentalismo cristão, que representa o que há de mais retrógrado e assustador no reacionarismo americano, e as religiões neopentecostais que se multiplicam no Brasil, quase todas atuando no limite entre o curandeirismo e a exploração da crendice.” (Luis Fernando Verissimo)

Pena que haja no mundo tão pouca gente  capaz de entender o significado de palavras tão luminosas como estas. Na minha opinião, esta é a maior tragédia da humanidade, sem dúvida alguma: todo o mal que se cometeu e ainda se comete na história do mundo em nome de uma – vá lá, hipótese improvável (não vou chamar de mentira, invenção ou auto-ilusão , pra não ferir suscetibilidades). Paulo Sisinno

Frase de Hans Kung, teólogo suíço

fevereiro 18, 2013

“A igreja está doente porque vive no século XI”. Hans Kung, teólogo suíço proibido pela igreja de lecionar sobre o catolicismo por questionar dogmas.

Bom, eu falo a mesma coisa há muito tempo… e eles não podem me proibir de nada! Hahaha!

Comentário do jornalista Zuenir Ventura

fevereiro 18, 2013

Comentário do jornalista Zuenir Ventura sobre as mudanças recentes na igreja católica: “No terreno da moral, houve pouco avanço. Menos por vontade de transparência e mais por vazamentos é que os escândalos financeiros e sexuais vieram à tona.”

Se isto não é “divisão da Igreja e hipocrisia”, eu não sei o que é!

fevereiro 18, 2013

Li no jornal semana passada (14/02//13) a seguinte manchete: “Papa condena divisão da Igreja e hipocrisia religiosa”.

Mas este não é o mesmo cara por trás da infame “Congregação para a Doutrina da Fé” (antiga Inquisição!) que perseguiu Leonardo Boff e seus camaradas por tentar aproximar esta igreja do povo? Se isto não é “divisão da Igreja e hipocrisia”, eu não sei o que é!

Ô Nazinger, tenha “santa” (rs) paciência!

“Na estrada”, de Walter Salles

fevereiro 14, 2013

Quando comentei sobre os melhores filmes de 2012, no final do ano passado, esqueci  de citar “Na estrada”, de Walter Salles. Ainda que com atraso, venho reparar este grande erro. Achei o filme ótimo e o recomendo incondicionalmente. Independentemente de qualquer comparação com o livro de Kerouac, o filme de Waltinho tem seus próprios méritos e sustenta-se perfeitamente como obra cinematográfica em suas muitas qualidades: direção, atuação, fotografia… Sei que sou suspeito para comentar, na condição de existencialista apaixonado pela Geração Beat. Mas considero mesmo essencial que as novas gerações tenham contato com as ideias primordiais de Jack Kerouac e seus amigos, como uma lição inesquecível de liberdade e busca do auto-conhecimento. Não deixem de ver este grande filme; ele pode mudar seu modo de ver e viver a vida!

Magnífico texto intitulado “Desejo e preconceito”, de Rodrigo da Cunha Pereira, Presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família

fevereiro 14, 2013

Trecho extraído do magnífico texto intitulado “Desejo e preconceito”, de Rodrigo da Cunha Pereira, Presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família, publicado n’O Globo em 10/02/2013:

“Diferentes interpretações para as mesmas situações são comuns nos julgados do mundo inteiro. Os juízes são imparciais, mas não são neutros. Cada caso, cada julgamento recebe sua carga de subjetividade e influência do inconsciente e das convicções particulares de cada julgador. E é aí que mora o perigo. (…)

Para que o Judiciário deixe de repetir as injustiças históricas em seus julgamentos de conteúdo moral, assim como os deputados e senadores que impedem novas leis sobre as novas relações familiares, é preciso compreender que se pode até tentar controlar os comportamentos, mas não o desejo.

Os que se sentem incomodados com comportamentos sexuais e morais diferentes do seu deveriam procurar em suas próprias fantasias as razões deste incômodo. Pessoas em paz com a própria sexualidade aceitam a dos outros com respeito e naturalidade. Reprimir a sexualidade alheia é uma forma de ajudar a reprimir as próprias fantasias.”

 

 

Comentário de Francisco Bosco, escritor, sobre a entrevista de Silas Malafaia a Marília Gabriela.

fevereiro 14, 2013

Comentário de Francisco Bosco, escritor, sobre a entrevista de Silas Malafaia a Marília Gabriela:

“O imaginário do sujeito monoteísta tende a rejeitar, como ameaça, qualquer outro que não corresponda ao conjunto de normas que perfazem o seu composto de identificação. Os gestos, as interrupções sucessivas, o tom e a altura da voz, tudo em Malafaia revela um tal sujeito inteiramente fechado para a diferença.”

Durante o Carnaval…

fevereiro 13, 2013

“Já vi muita mulher engravidar e muito casal se separar no carnaval, mas gente deixando de ser Papa… essa é nova!” (Anônimo, sobre o fato de Ratzinger largar o emprego durante o Carnaval).

Dia 13 de fevereiro, Dia Mundial do Rádio

fevereiro 13, 2013

No dia 13 de fevereiro, a UNESCO celebra o Dia Mundial do Rádio. O evento reúne profissionais da área, defensores do rádio, criadores e emissoras para aprimorar e festejar o rádio em todo o mundo. A todos os colegas radialistas e, claro, aos ouvintes, razão de ser de todo nosso trabalho, envio minhas afetuosas saudações.