Archive for abril \29\UTC 2015

How you can help Nepal right now

abril 29, 2015

How you can help Nepal right now

Anúncios

Quem defende o empechment da Presidenta Dilma Rousseff ?

abril 27, 2015

Quem defende o impechment da Presidenta Dilma Rousseff ? – Leonardo Boff​

Leonardo Boff

O Blog do Luis Nassif – GGN – de 23/04/2015 fez uma breve seleção dos defensores do empechment de Dilma Rouseff, oriundos de vários partidos:

1 – Aécio Neves (PSDB)

 O neto de Tancredo Neves que construiu um aeroporto de R$ 14 milhões no terreno do tio-avô já foi questionado na Justiça sobre o paradeiro de mais de R$ 4 bilhões que deveriam ter sido injetados na saúde de Minas Gerais. O caso Copasa contra o ex-governador foi engavetado, por manobras jurídicas. Destino semelhante tiveram as menções a Aécio na Lava Jato. O tucano foi citado por Alberto Youssef como beneficiário de propina paga com recursos de Furnas. Para o procurador-geral da República, isso não sustenta um inquérito. Rodrigo Janot também cuida de outro escândalo que leva a Aécio, sob a palavra-chave Liechtenstein (um principado ao lado da Suíça). Investigando caso de lavagem de dinheiro, procuradores do Rio de…

Ver o post original 1.505 mais palavras

ENFIM, UMA ÓTIMA NOTÍCIA!!!

abril 24, 2015

ENFIM, UMA ÓTIMA NOTÍCIA!!! TOMARA QUE SEJA APENAS O INÍCIO DA GRANDE MUDANÇA DE QUE O MUNDO PRECISA URGENTEMENTE!!! Nós – defensores e protetores dos animais – cansamos de alertar constantemente: pessoas (crianças, jovens ou adultos, não faz diferença) que maltratam animais são psicopatas perigosos para toda a sociedade!!! Psicólogos e outros especialistas já provaram e confirmaram que estas pessoas são perversas e prejudiciais a todos, não só aos animais, mas também aos humanos! Observem a personalidade e o perfil psicológico de quem maltrata/mata animais: são pessoas ruins e daninhas, que precisam ser isoladas da comunidade. Esta medida adotada nos EUA precisa urgentemente ser seguida por todos os países! Enfim, lenta e gradualmente (infelizmente, lentamente demais!) a humanidade vai evoluindo consciencialmente e espiritualmente e reconhecendo e admitindo que TODA VIDA É SAGRADA e TODOS OS SERES SENCIENTES TÊM O MESMO DIREITO À VIDA E À DIGNIDADE!!! Nós nunca vamos desistir; vamos lutar até que sejam respeitados os direitos de TODOS os seres sencientes (que têm sentimentos e capacidade de entendimento)!!! RESPEITO AOS DIREITOS DOS ANIMAIS!!! IMEDIATAMENTE!!!

O FBI, polícia federal norte-americana, anunciou que, a partir de 2016, os maus-tratos contra animais serão considerados “crime contra a sociedade”. Dessa forma, as pessoas que cometerem a infração serão agrupadas na mesma categoria dos assassinos, pelo menos nos Estados Unidos.

A iniciativa é uma vitória para os defensores dos animais, já que deve ajudar a reforçar as leis e rastrear mais efetivamente os crimes, bem como diminuir os casos. Ao todo, são quatro categorias de abuso: a negligência simples, abuso intencional e tortura, abuso organizado e abuso sexual.

Para o FBI, o conceito de crueldade se refere à execução intencional ou às ações e maus-tratos de qualquer animal sem justa causa, tal como a tortura, mutilação, atormentação, envenenamento ou abandono.

Segundo o diretor de políticas de abuso contra animais da Sociedade Humana da América, a iniciativa deve ter dois resultados imediatos: o de mostrar à todas as agências policiais que o tema deve ser tratado com seriedade, bem como mostrar a gravidade do problema e, ainda, monitorar em tempo real os casos de abuso animal nos 50 estados norte-americanos, compilados em relatórios mensais pelas autoridades locais.

Crueldade com animais pode resultar em problemas mais sérios no futuro
A iniciativa é, ainda, uma forma de conscientizar as pessoas e evitar problemas futuros ou crimes ainda maiores. Isso porque, pesquisas comprovam que crianças que torturam ou matam animais podem repetir essa violência contra as pessoas quando crescerem.

O medo de ser herói

abril 20, 2015

Dois dos principais fatores para o desencorajamento do cadastro como doador voluntário de medula óssea são o medo de agulha e o desconhecimento sobre de qual medula será realizado o transplante. Por esses motivos, essa campanha tem se pautado na propagação de boas informações, porque a criação de medos só acontece quando nos mantemos à sombra da ignorância.

Dois dos principais fatores para o desencorajamento do cadastro como doador voluntário de medula óssea são o medo de agulha e o desconhecimento sobre de qual medula será realizado o transplante. Por esses motivos, nossa campanha tem se pautado na propagação de boas informações, porque a criação de medos só acontece quando nos mantemos à sombra da ignorância.

Antes de esclarecermos esses dois aspectos desencorajadores, gostaríamos de comentar que, na última sexta-feira (17), estivemos no HEMOPE (Recife) e, em conversa com as assistentes sociais, fomos informados de que várias pessoas que se cadastram como doadoras de medula óssea o fazem por sensibilização com uma ou outra campanha, sem ter a real dimensão do que é ser um doador de medula óssea. Por não terem a consciência da importância desse gesto, quando o paciente que mobilizou aquele cadastro consegue um doador compatível ou vem a óbito, várias pessoas entram em contato com…

Ver o post original 603 mais palavras

Conheça 11 hospedagens vegetarianas no Brasil

abril 18, 2015

Dicas Vegetarianas

Vegetariando por Aí

Quando planejamos uma viagem o que não pode deixar passar, além dos pontos turísticos, são os restaurantes vegetarianos e veganos mais próximos. Aqui nós damos 15 dicas para esse planejamento. Mas quem lembra de procurar por hotéis  vegetarianos e veganos? Sim, pois eles existem e esse pode ser um critério de escolha, além do custo-benefício, conforto, wi fi e localização. Há alguns sites da internet que ajudam a achar por hotéis assim, mas no Brasil ainda são poucos. O Vegetariando Por Aí fez então uma lista com 10 hospedagens vegetarianas no Brasil. A maioria é lactovegetariana, então avise sobre ser vegano no ato da reserva para que ofereçam opções.

Veja abaixo:

.

1. Vila Açu em  Petrópolis – RJ

Veja nossas descobertas veganas em Petrópolis.

Site: http://vilaacu.com.br/acu/vida-acu

.

2. Pousada Rural Marabú em Rolândia – PR

Eles também fazem deliciosas geléias e patês orgânicos. Tivemos a sorte de encontrar…

Ver o post original 270 mais palavras

A cultura do capital é anti-vida e anti-felicidade

abril 17, 2015

Leonardo Boff​: “A cultura do capital é anti-vida e anti-felicidade”.

Leonardo Boff

A demolição teórica do capistalismo como modo de produção começou com Karl Marx e foi crescendo ao longo de todo o século XX com o surgimento do socialismo e pela escola de Frankfurt. Para realizar seu propósito maior de acumular riqueza de forma ilimitada, o capitalismo agilizou todas as forças produtivas disponíveis. Mas teve como consequência, desde o início, um alto custo: uma perversa desigualdade social. Em termos ético-políticos, signfica injustiça social e produção sistemática de pobreza.

Nos últimos decênios, a sociedade foi se dando conta também de que não vogora apenas uma injustiça social, mas também uma injustiça ecológica: devastação de inteiros ecossitemas, exaustão dos bens naturais, e, no termo, uma crise geral do sistema-vida e do sistema-Terra. As forças produtivas se transformaram em forças destrutivas. Diretamente, o que se busca msmo é dinheiro. Como advertiu o Papa Francisco em excertos já conhecidos da Exortação Apostólica sobre a Ecologia:…

Ver o post original 823 mais palavras

Brasil: o terceiro país que mais lixo gera

abril 17, 2015

WASHINGTON NOVAES volta e meia se faz presente neste espaço pois é um dos jornalistas mais bem informados sobre questões ecológicas daqui e de fora. Neste artigo, do dia 17 de abril em O Estado de São Paulo, sob o título Em boa hora o Papa vai entrar em campo, referindo-se à sua próxima encíclica sobre ecologia, aborda com numerosos dados o destino do lixo e dos materiais recicláveis. Hoje o sistema atual de produção o que mais produz são dejetos, lixo e rejeitos, criando um problema grave para a qualidade de vida no planeta, especialmente os resíduos nucleares de altíssima perigosidade. Leonardo Boff​

Leonardo Boff

WASHINGTON NOVAES volta e meia se faz presente neste espaço pois é um dos jornalistas mais bem informados sobre questões ecológicas daqui e de fora. Neste artigo do dia 17 de abril em O Estado de São Paulo, sob o título Em boa hora o Papa vai entrar em campo, refrindo-se à sua próxima encíclica sobre ecologia aborda com numerosos dados sobre o destino do lixo e dos materiais recicláveis. Hoje o sistema atual de produção o que mais produz são dejetos, lixo e rejeitos  criando um problema grave para a qualidde de vida no planeta, especialmente os resíduos nucleares de altíssima perigosidade. Lboff

********************

É uma notícia auspiciosa (ESTADO, 5/4, caderno Aliás): o Papa Francisco pretende centrar no tema “meio ambiente e pobreza” sua primeira encíclica, a ser conhecida nas próximas semanas. O documento incluirá também em destaque as mudanças climáticas, junto com considerações sobre a desigualdade…

Ver o post original 910 mais palavras

O suicído do co-piloto: expressão do niilismo da cultura pós-moderna?

abril 11, 2015

Leonardo Boff​: O suicídio do co-piloto: expressão do niilismo da cultura pós-moderna?

Leonardo Boff

O suicídio premeditado do co-piloto Andreas Lubitz daGermanwings levando consigo 149 pessoas, suscita várias interpretações. Havia seguramente um componente psicológico de depressão, associado ao medo de perder o posto de trabalho. Mas para chegar a esta solução desesperada de, ao voluntariamente pôr fim a sua vida, levando consigo outros 149, implica em algo muito profundo e misterioso que precisamos de alguma forma tentar decifrar.

Atualmente este medo de perder o emprego e viver sob uma grave frustração por não poder nunca mais realizar o seu sonho, leva a não poucas pessoas à angústia, da angústia, à perda do sentido de vida, e esta perda, à vontade de morrer. A crise da geosociedade está fazendo surgir uma espécie de “mal-estar na globalização” replicando o “Mal-estar na cultura de Freud.

Por causa da crise, as empresas e seus gestores levam a competitividade até a um limite extremo, estipulam metas quase inalcançáveis, infundindo…

Ver o post original 709 mais palavras

As muitas opções políticas e seus humores

abril 5, 2015

As muitas opções políticas e seus humores – Leonardo Boff​

Leonardo Boff

Uma situação de crise generalizada no mundo e em nosso país permite muitos humores e não poucas interpretações. Toda crise é angustiante e dolorosa porque desaparecem as esrtrelas-guia e nos dá a impressão de um voo cego.

Como mostrou o conhecido pensador René Girard, um dos grandes estudiosos da violência, todo grupo, comunidade e sociedade precisa sempre criar um “bode expiatório” sobre o qual recaem todas as frustrações e queixas das pessoas. Ora são os comunistas, ora os subversivos, ora os homoafetivos, ora os fundamentalistas, geralmente os políticos e os governantes como está ocorrendo atualmente.

Modernamente chamam a este fenômeno social complexo de bouling. Com isso se aliviam as tensões sociais e a sociedade encontra reletivo equilíbrio, sempre frágil e instável. Mas criam-se também muitas vítimas, por vezes inocentes e se deixa de reforçar o valor da convivência pacífica com os diferentes e se abre o lugar para o…

Ver o post original 757 mais palavras

Um trecho do artigo “O mito da redução da maioridade penal”, do deputado Marcelo Freixo

abril 5, 2015

“A justiça não pode ser instrumento de vingança. (…) Em vez de nos preocuparmos em endurecer a pena, deveríamos cuidar para que os detentos tenham acesso à educação, ao trabalho, à saúde e à família. São pessoas que voltarão ao convívio social.
Além disso, o que o Brasil mais fez nos últimos anos foi inchar o sistema carcerário. Entre 1992 e 2013, a quantidade de detentos cresceu 317,9%. Temos a terceira maior população carcerária do mundo, com quase 600 mil presos. Se cadeia resolvesse os problemas de segurança pública, viveríamos num dos lugares mais pacíficos do planeta. O que ocorre é o oposto. As taxas de homicídio subiram 24% nos últimos anos. (…)
Repito: 95% dos internos do Degase não completaram o ensino fundamental. Precisamos mandar esses jovens para as escolas, não para os presídios. Reduzir a maioridade penal é um equívoco grave, que representa uma violência sobre um grupo cujos direitos mais elementares são constantemente violados.” – trecho do artigo “O mito da redução da maioridade penal”, um texto de leitura absolutamente imprescindível! De autoria do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) foi publicado no jornal o Globo em 02/4/2015. Por favor, leiam a íntegra do artigo e reflitam!