Camundongos recebem choques em testes de azeite de oliva

CRUELDADE DESNECESSÁRIA! Camundongos têm levado choques em testes de azeite na Universidade Temple (EUA), para que seus efeitos sejam observados em um tipo de demência artificial. O estudo mais recente desses experimentos foi publicado no dia 21 deste mês, no “Annals of Clinical and Translational Neurology“. As informações são da PETA.

Os camundongos, geneticamente modificados para terem uma condição parecida com a demência em humanos, são divididos em dois grupos, no qual um deles recebe uma dieta com pequenas quantidades de azeite extra virgem – todos os dias, durante seis meses. Todos sofrem choques em plataformas e são forçados a nadar em um recipiente com água.

Após exaustivas experiências, os animais são mortos e seus cérebros analisados. A conclusão: azeite faz bem para o seu cérebro. Os pesquisadores afirmam que pessoas que ingerem mais azeite tem menor risco de desenvolver Alzheimer.

Apesar de já existirem evidências de que uma dieta mediterrânea, que é rica em azeite, possa prevenir a demência em humanos, as experiências com camundongos vão continuar.

O Holocausto Animal

Objetivo é descobrir efeitos do azeite de oliva na doença de Alzheimer.

Ver o post original 169 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: