Paciente com distrofia muscular pede fim aos testes em animais

“Depois de 50 anos de pesquisa [em animais], não há cura” – é o que afirma uma paciente em entrevista à ONG PETA publicada hoje (6). De acordo com Pascaline Wittkowski, 54, portadora de distrofia muscular, um problema genético e progressivo, as pessoas estão sendo enganadas com falsas promessas de cura.

Pascaline ainda diz que não pediu para que os animais sofressem por ela, suplicando pelo fim dos testes feitos em animais.

O Holocausto Animal

Mulher foi entrevistada por ONG norte-americana.

Ver o post original 82 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: