“ESCOLA SEM PARTIDO” OU REPRODUÇÃO IDEOLÓGICA DO FASCISMO?

“ESCOLA SEM PARTIDO” OU REPRODUÇÃO IDEOLÓGICA DO FASCISMO?

Sustentabilidade e Democracia

queima_livros_2Foto: Grande queima de livros realizada pelos nazistas em 1933.

Autor: Sandro Ari Andrade de Miranda, advogado, mestre em ciências sociais.

Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens de educam entre si, mediatizados pelo mundo”.

(Paulo Freire)

Quando chegaram ao poder na Itália em 1922, os fascistas não possuíam um programa educacional definido. Contudo, a ideologia fascista tinha como objetivos claros afastar a oposição de dentro dos estabelecimentos de ensino para formar soldados e lideranças moldadas pelo doutrinamento de ódio que defendiam.

Com o tempo Mussolini vai formatando o seu projeto educacional por meio da centralização dos conteúdos pedagógicos, restrição dos métodos de ensino e substituição dos Conselhos Provinciais, com funções amplas e representantes eleitos, por Conselhos com atribuições restritas, predominantemente disciplinares, e representantes indicados pelo Governo Central.

A educação, nas ditaduras, é vista como um processo mecânico de formação de mentes fabricadas. Trata-se…

Ver o post original 816 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: